Arquivo mensal: setembro 2012

médicos e MÉDICOS

Se você pudesse me ouvir proferindo o título, com certeza perceberia um tom irônico diferenciando a leitura entre os substantivos…! Infelizmente, assim como em todas as profissões, existem médicos(as) não tão eficientes ou sem a bendita vocação para tal empreitada. Não quero generalizar nem atingir à classe toda! Mas, preciso registrar “os inesperados” que atingiram-me em pleno acompanhamento pré-natal, como um desabafo e também como alerta aos que confiam cegamente as suas vidas à qualquer um(a) que preste algum serviço na área da saúde.

Tudo começou logo após a descoberta da existência de um novo ser em mim. Além de ter aguardado cerca de quatro horas pelo atendimento da médica, ouvi um “Ah, hoje estou tão estressada!” e assisti a uma “profissional” enviando torpedos via celular, enquanto “dialogava” comigo: “Seu nome… Idade… Primeira gestação?… Vou pedir uns exames. Não esquece de fazer, tá?… Não esquece, viu?… Não esquece…” Saí com a sensação de que faltara algo, mas como tinha sido a primeira vez em pré-natal, não questionei.

Assim que outras mamães começaram a trocar as suas experiências comigo, fui me dando conta das lacunas, mas, pensando que o dia da médica fora ruim e por outra razão bem particular, decidi continuar sendo acompanhada por ela. Resumindo, cheguei ao quarto mês sem dados para o famoso Cartão de Acompanhamento Pré-Natal, além de ter uma solicitação de uma ultrassonografia específica fora do prazo, erro percebido, graças a Deus, por uma atendente do plano de saúde…!

Das quatro idas a esse consultório médico, em duas houve real atendimento… Antes mesmo da última consulta, já havia marcado com outro ginecologista obstetra, o qual inverteu a péssima impressão que havia tido da classe. Não tenho dele uma vírgula de desaprovação para apresentar. Além dele, a nutricionista também tem atendido às expectativas. E Deus a direcionou na solicitação de um exame o qual mudou a minha vida!!! Foi um hemograma que diagnosticou a causa de inflamações e dores com as quais tenho convivido há cerca de dois anos: INTOLERÂNCIA À LACTOSE!

Para informações adicionais sobre o assunto, indico o link: http://blog.simalimentos.com.br/?page_id=75.

Fiz inúmeros exames durante esse período e todos tiveram resultado negativo! Isso foi bom, obviamente, mas não podia iniciar nenhum tratamento. Agora, preciso seguir uma dieta bem rigorosa, cheia de proibições, mas ainda com muitas alternativas saudáveis e saborosas. Estou passando por um processo chamado detoxificação, substituindo vários itens da alimentação costumeira por outros que contenham os nutrientes necessários à continuação de uma gestação saudável.

O melhor disso tudo, e que me motiva, é saber que a qualidade de vida irá aumentar a cada novo dia…!!! Quanto aos médicos(as), o relacionamento passou a ser de mais questionamentos e pesquisas, com exceção para os conhecidos. Portanto, apesar de todos os pesares, só posso agradecer e confessar que estou mais feliz do que nunca com o desenrolar de cada segundo da realidade que o Pai me permite vivenciar…

 Samuel segue perfeito!  E, conforme o papai Guga, estava regendo nesta ultrassonografia!  Amamos você, filho!!! 

Anúncios