Arquivo mensal: abril 2012

Finalmente

MUNDO PODRE

PODRIDÃO MORAL

ÉTICA DECADENTE

DECADÊNCIA DO BEM

BEM SÓ PARA O EGO

EGOCENTRISMO EM ALTA

ELEVAÇÃO DOS ABORTOS

VIOLÊNCIA CONTRA INOCENTES

INGENUIDADE CORROMPIDA

CORRUPÇÃO NO DOMÍNIO

INFLUÊNCIAS OCULTAS

INVISÍVEIS FORÇAS

DESTROEM O BELO

BELAMENTE CRIADO

CRIAÇÃO DIVINA

DEUS DEIXADO DE LADO

LADO MAIOR AO MAL

MAL DISFARÇADO

DISFARCE DE OVELHA

OVELHA QUE É LOBO

LOBISTAS LUCRANDO

LUCRO COM A PERVERSÃO

PERVERTIDOS E CEGOS

CEGADOS PELO INIMIGO

ABORRECEDORES DO SAGRADO

PUREZA QUE SE MACULOU

PROFANAS REGRAS

ESTATUTOS SOCIAIS

SOCIAVELMENTE ACEITOS

QUESTIONAR OU SUBMETER-SE

SUBMISSÃO À ESCRAVIDÃO

ESCRAVOS DA LIBERDADE

LIVRES OU LIBERTINOS

DEVASSIDÃO QUE AGRADA À CARNE

CARNE EM LUTA COM O ESPÍRITO

VIDA ENTRISTECIDA

TRISTE E SOLITÁRIA

SOLIDÃO QUE TEM FIM

FINALMENTE COM JESUS!!!

(Escrito há cerca de dez anos, publicado, hoje, com adaptações.)

Anúncios

Para eles…

Ao menino, ao adolescente, ao jovem, ao senhor: para eles escrevo hoje… A razão, obviamente, é um paralelo ao post dedicado, anteriormente, às mulheres. E, para ser mais justa ainda, vou tentar parafrasear a frase que motivou o post Para elas. “Ele deve ser gentil, mas não pode ser fraco…”, igualmente dito em: “Ele deve ser forte, mas não pode ser rude…” O dicionário explica que forte é ser homem de ânimo e vontade resistentes, corajoso; já a fraqueza se manifesta no ser frouxo e covarde. Os antônimos gentil e rude continuam a ser paradoxais em atitudes amáveis versus atitudes grosseiras.

Essa busca de significados trouxe à memória o que já ensinava Aristóteles, há cerca de 350 a.C., quando dizia que o homem deveria aprender poesia e música, e, ao mesmo tempo, praticar exercícios físicos, a fim de equilibrar o desenvolvimento do espírito e da massa muscular – maridão ouviu isso de um professor, enquanto cursava Música, no STBNB.

Observando-se uma árvore, consegue-se perceber a força e a gentileza nela: no sustento que o tronco dá aos ramos, na sombra e alimento que as folhas e os frutos oferecerem, respectivamente. Obviamente, o tempo e os estímulos recebidos,  auxiliarão no processo de caracterização, tanto da árvore, quanto do homem. A verdade é que homens e mulheres são diferentes, tanto quanto árvores e flores.

Geralmente, as mães contribuem para acentuar isso, ao vestirem o menino de azul, colocarem o adolescente em escolas de futebol e fazerem tudo o que podem pelo filho, mesmo se já adulto, e com planos para se casar! Não as condeno e nem as justifico aqui; apenas apresento a realidade da família brasileira, vivenciada há tempos e ainda hoje!

Os ditados populares que o digam! Há várias afirmações que tentam definir o homem, do tipo: “Homem que é homem não chora!” #amaisarcaica; “Homem que é homem gosta de assistir aos jogos de futebol e nunca aos concertos de balé!” #apreconceituosa; “Homem que é homem tem a última palavra em casa!” #simsenhora! 😀 😀 😀

Falando sério, homem que é homem tem que ser firme, sim, a princípios e valores; tem que influenciar e não ser influenciado; tem que ter metas e foco; tem que ser racional, mas não ao ponto de esquecer que é um ser emocional também; que deve demonstrar o que sente, sem jamais envergonhar-se por isso; que depende de Deus e da sabedoria que vem dEle para viver; que precisa do amor divino para aprender a amar também.

Assim como o menino dos cinco pães e dois peixinhos, que foi generoso, ao dividir seu lanche – leia sobre ele em João 6:1-13; assim como os jovens Sadraque, Mesaque e Abednego, os quais se destacaram pelo conhecimento, mas não se iludiram e continuaram professando sua fé, independentemente das consequências – leia sobre eles em Daniel 1 a 3; assim como o rei Davi, que era valente guerreiro, mas também se dedicava à música – leia sobre ele em I Samuel 16:18.

Então, super-homens, curtam esta bela canção… E Deus, que conhece bem a natureza masculina, auxiliá-lo-a no cumprimento da missão e ensiná-lo-a a voar…

“Sob nova Decisão”

Eis o diálogo que os últimos acontecimentos provocaram…

Val: Decisão, estou lhe enviando um convite de honra, para vc ser minha parceira hj, à tarde inteira, pode ser?

Decisão: Querida Val, não sei se poderei lhe atender… Há tanta gente precisando do meu apoio…

Val: Puuuuxa, Decisão… Por favor, please, bitte!!! Eu prometo recompensá-la!

Decisão: Bem, hehe… Assim dá pra se pensar. Qual o valor da proposta?

Val: Decisão… Que decepção!

Decisão: Ué, mas por quê?

Val: Sinceramente, não esperava que vc viesse assim, corrompida… Eu preciso de uma Decisão pura e correta!

Decisão: Ah, Val, mas aí vc tá querendo d+!!! Foi vc quem fez a proposta da recompensa! Eu não havia pedido nada…

Val: Na verdade, quando falei em recompensa, não estava pensando em nada lucrativo, mas em algo que se eternizasse, entendeu?

Decisão: Não, não captei a vossa mensagem…

Val: Bem, não dizem que o que vale é a marca que deixamos, a qual poderá ser lembrada mesmo após nossa morte física?

Decisão: Hummm… Continue!

Val: Penso que marcas se expressam através de obras atemporais, como uma música clássica, uma pintura figurativa e um livro ou uma parte dele…

Decisão: E…?

Val: E aí, se vc aceitasse a parceria, eu poderia escrever sobre isso e este momento ficaria para sempre registrado!

Decisão: Uau! Diante disso, conte comigo, Val!

Val: Eeeeeehhhhhh… Muitíssimo obrigada! Posso lhe explicar a razão da minha busca?

Decisão: Sou toda ouvidos!

Val: Preciso tomar uma decisão, cheia de prós e contras, a qual decidirá duas ou três decisões tão importantes quanto!

Decisão: Ui, que enrascada…! Bem, qual o seu foco?

Val: Pois é… O que mais quero é cumprir a vontade de Deus!

Decisão: Legal, pois esse propósito já te orienta e tudo fica mais fácil…

Val: É verdade. E, sabe? Acabo de decidir…!

Decisão: Oba, estou liberada!!! 😀 Brincadeirinha…

Val: Vou continuar fazendo a minha parte, ou seja, o que posso, o que está ao meu alcance…

Decisão: … e o impossível fica para Deus, não é?

Val: É… Simples assim…

Decisão: 🙂

Val: Muito obrigada, mais uma vez… E, pode deixar, que cumprirei o que prometi. Até +, Decisão!

Decisão: Até logo! E não escreva pra ver…!

Não sei quase nada de quase tudo…!

Não sei quase nada de quase tudo deste mundão…!!! Constatação tragicômica essa, não?

Não sei quase coisa nenhuma sobre as diversas descobertas científicas, como a mais recente: o dna sintético, criado com a ajuda de um brasileiro. É muito estudo e muito trabalho pra se chegar a um resultado tão brilhante! Os conhecimentos básicos de biologia, química e física, os quais “decorei” enquanto estudante do Ensino Fundamental e Médio, nem fazem cócegas no raciocínio de alguém que realiza tal feito!

Não sei quase coisa nenhuma do maravilhoso mundo dos gênios da música. Decifrar partituras e compor não é moleza, não! A criatividade na combinação de sons em melodias harmoniosas, acrescidas ou não de letra, é um dom, mas é, também, resultado de muita queimação de neurônios. A prática é linda, com certeza, mas não é simples e nem acontece milagrosamente, precisando de muita dedicação! #ValorizeOMúsico!

Não sei quase coisa nenhuma sobre as religiões do mundo. Já li que são milhares e cerca de dez têm o maior número de seguidores ou praticantes. Há enorme diferença entre seguir e praticar, como pode-se verificar através das estatísticas relativas aos cristãos: quantos se dizem evangélicos ou católicos não-praticantes? Pior ainda são os líderes de movimentos ou comunidades que se denominam cristãos e vão contra tudo o que Jesus ensinou e viveu… 😦

Não sei quase coisa nenhuma sobre as previsões econômicas mundiais ou nacionais, como as que envolvem o Bric e o FMI, por exemplo. É preciso ser bom em lógica e administração de patrimônio, dando-se atenção às constantes oscilações da área. E se for verdade que todo mundo é comandado por poucas famílias, que dominam o planeta… #Ui!

Não sei quase coisa nenhuma sobre a história da humanidade.  E o recente confronto entre o governo da Síria e a oposição, que deixou um saldo de mais de dez mil mortos? Não dá pra se ter certeza se o que ouvimos ou lemos foi contado ou repassado do ponto de vista dominante ou se o dominado teve seus quinze minutos, pelo menos…

Não sei quase coisa nenhuma sobre etiqueta e elegância. Esses conceitos mudam de cultura para cultura, temática de diversos estudos antropológicos e sociológicos, provando-se que não pode haver certo e errado, sem flexibilidade e ajuste às circunstâncias e, obviamente, liberdade para um pouco de espontaneidade.

Não sei quase coisa nenhuma da arte manifestada em quadros ou esculturas. Cada qual pertence a um período, e, mesmo com sua atemporalidade, precisa do contexto de vida completo do seu criador – história, vivências, momento cultural – para ser interpretado e ter o feedback correto, dentro do objetivo de comunicação proposto.

Não sei quase coisa nenhuma sobre informática, cujos lançamentos – principalmente da Apple e da Microsoft – tornam-se velozmente obsoletos, sendo ultrapassados por invenções menores, mais práticas e com mais utilidades a cada dia, independente de serem máquinas ou softwares!

Não sei quase coisa nenhuma sobre a produção cinematográfica, que mesmo com a facilidade proporcionada por todos os avanços tecnológicos, precisa do domínio de técnicas diversas e o “feeling” correto, a fim de que o filme, documentário ou animação faça sucesso.

Não sei quase coisa nenhuma sobre diversas práticas esportivas, suas estratégias e regras. Muitas dessas atividades exigem disciplina e esforços quase sobre-humanos, sendo acompanhados de dores constantes, quer seja nos treinos, quer nas competições…

Não sei quase coisa nenhuma sobre a Educação e as novidades desse campo, como os novos pensadores – César Coll, por exemplo. Entendo que estudar é essencial e sempre melhora a vida do ser humano…

Não sei quase coisa nenhuma sobre o que é realmente saudável, pois sempre há novidades que contradizem o que se ouviu a vida toda e vice-versa. Sigo a Nutrição Tradicional ou a Funcional?

Não sei quase coisa nenhuma sobre os Direitos Humanos. As leis mudam sempre e vão se adequando. O ruim é que as ambíguas acabam permitindo injustiças…

Não sei quase coisa nenhuma sobre gastronomia, ao ponto de combinar ingredientes e inventar novas receitas, que agradem a paladares diversos… 😛

Não sei quase coisa nenhuma de uma lista sem fim… Mas, isso não me incomoda, de modo algum! Faz crescer o desejo de viver até os cento e vinte anos para aprender um poucochinho mais de tanta sabedoria que existe… Faz vibrar o coração, como estímulo aos diversos sonhos e possibilidades a serem vividos! Faz nivelar-me e humanizar-me cada vez mais, enquanto prossigo no autoconhecimento… Faz lembrar que sou tão mortal quanto todos os gigantes do conhecimento o foram e são, e que a vida é uma oportunidade para todos, sem exceção!

Bem, diante de tanta grandeza, diante do não saber quase nada do passado e do futuro, afirmo que só sei de uma coisa: “Eu sei que o meu Redentor vive, e que no fim se levantará sobre a terra.” (Jó 19:25) Isso está mais do que certo: Jesus “é a ilha onde vou chegar…” (By Sérgio Lopes)

Para elas…

A menina, a adolescente, a jovem, a senhora: êi-la nas diversas fases, da inocência à maturidade, sempre mulher! E para elas escrevo hoje… A ideia para esse post surgiu quando ouvi a frase: “…ela deve ser doce, mas não pode ser frágil…” Achei-a tão linda, que anotei imediatamente e tenho pensado sobre desde então. Se fosse escrita assim: “…ela deve ser firme, mas não pode ser amarga…”, teria o mesmo sentido e, na minha opinião, continuaria sendo bela.

Conhecendo-se as flores – dálias, rosas e flores do campo que resistem o ano todo, por exemplo, e são as mais indicadas para arranjos e enfeites, pela beleza e durabilidade -, percebe-se que representam fantasticamente essa dualidade, a qual, independentemente de demonstrar ou não, a mulher carrega em si. Como a emoção é quem domina o chamado “sexo frágil”, geralmente, as circunstâncias ditam o que a mulher demonstrará: mais doçura ou mais firmeza.

Admirável é aquela que consegue equilibrar essas duas facetas, mas acredito que a técnica para tal proeza só chega com o amadurecimento. Enquanto menina, se incentivada às descobertas e aprendizados, todos novos, predominará a leveza e o sorrir. Ao  adolescer, com orientação e exemplos, desde que verdadeiros, surgirá o encantamento por um dos perfis. Na juventude e vida adulta, perseguir objetivos e sonhos, alcançá-los ou adiá-los, por vezes abrindo mão deles, fará com que aprenda, se ela tornar acessível o coração…

Ao decidir pela persistência, transforma-se em autêntica guerreira da luta diária,  sem, no entanto, desacreditar da meiguice, a qual pode brotar em instantes diversos, o que demonstra que a harmonia consigo a conduz. E, quando a mulher conhece a Deus, é a busca por ser fiel a Ele que a direciona, enquanto se doa, em amor; é a confiança em que o Pai sempre a ouve e sabe o que é melhor para ela que a mantém esperançosa; é a gratidão pela vida, pelo ar que respira e pela saúde que a motivam a cada novo passo da caminhada…

Do mesmo modo que a serva da esposa de Naamã, que mesmo sendo apenas uma menina, compartilhou a sua fé – leia sobre ela em II Reis 5:1-3; do mesmo modo que Rode, a serva que orava pela libertação de Pedro, juntamente com a igreja, e foi a única a acreditar na resposta – leia sobre ela em Atos 12:1-16; do mesmo modo que Débora, que era esposa, juíza, profetiza e, surpreenda-se (!), viveu por volta de 1200 a.C. – leia sobre ela em Juízes 4:1-16. E, para encerrar em grande estilo, que tal ouvir a canção…?

Ao escolher ter Cristo como guia, Ele, que conhece bem a natureza feminina, por ser seu Criador – conforme Gênesis 2:22 – vai suprindo as carências e ensinando que “se a gente olhar na direção  certa, vai ver que o mundo todo é um jardim” (filme O Jardim Secreto)… Cada semente lançada, germinará, e, com a ajuda do Jardineiro, o que tiver que ser dela, será! 🙂

P.S. Imagens do filme O Jardim Secreto, que mereciam o Oscar de melhor fotografia…!

By yourself

Você já pegou uma onda? Se não, assim como eu, só pode ficar imaginado a sensação de entrar no coração de uma gigantesca… Mas, acredito que fantástico e eletrizante são duas palavras que podem definir essa vivência.

Você já nadou em alto-mar? Saber que o agito do quebrar das ondas ficou pra trás, dá tranquilidade para boiar ou flutuar, sem medo… Posso falar, pois amigos já me presentearam com um passeio de jangada em uma das praias do litoral pernambucano, com direito à parada na parte mais profunda.

Você já saltou de paraquedas? A adrenalina deve ir a mil, além de se ter uma visão privilegiada do globo terrestre e uma ideia de como é bom ser um pássaro a planar, livremente no ar… Mesmo vendo positividade nessa prática, atualmente sou medrosa demais para tentar…

Você já lançou-se de bungee jump? É um pulo no vazio, com aventureiros corajosos  presos apenas pelos tornozelos! Acho esse esporte um dos mais radicais e desafiadores. Lembro-me que, quando desci a Big Tower do Beto Carrero World, numa queda livre de cem metros de altura, não vi a paisagem com nitidez, gritei de susto e prazer, e a impressão foi de o estômago ter parado na goela! Penso que um salto desses, então, durante o qual nem se consegue controlar direito a postura e fica-se de cabeça para baixo, as reações devem ser antagônicas, os pensamentos devem paralisar ou acelerar e o coração precisa ser bem saudável para aguentar… 😀

Você já correu em um rali? Idealizar um carro correndo em estradas montanhosas ou trechos de floresta, quando são testados o veículo e seu motorista, é estranho para quem não curte muito uma aventura. É provável que o corpo fique dolorido com os balanços e os chacoalhos provocados pela irregularidade da pista. Mas, o desafio é chegar ao final do trajeto proposto, mesmo quando não há competição, pois atingir um alvo é o que motiva o ser humano, desde sempre… E quando há premiação, presencia-se alegria e comemoração, através de abraços, pulos, do erguer dos braços, de palmas, de gritos… Emoções são expressadas e isso gera mais saúde!

Você já escalou montanhas? O extremos cansaço é esquecido por causa da superação e pelas possibilidades: balançar-se em cipós de árvores nas alturas; encontrar cascatas e rios com as águas mais cristalinas já vistas, cuja transparência permite espiar-se o colorido da areia dos seus leitos; vislumbrar as nuvens e a lua mais próximas, bem como a cidade em miniatura abaixo dos pés… Subi o Monte Crista [imagem abaixo], localizado em Garuva, SC, com amigos e parentes – em 1994, ano em que o Brasil foi Tetracampeão na Copa do Mundo de Futebol. [Lembro perfeitamente disso, pois o cansaço da atividade física resultou em um sono tão profundo, o qual nem mesmo os fogos de artifício da comemoração da vitória perturbaram…] 😛

Última e mais importante pergunta: você já conheceu a Deus “by yourself”? Você tem respaldo para falar sobre Ele? Pode crer: da mesma forma que foi mais fácil escrever sobre o que já fiz, também é bem melhor e mais razoável ter uma experiência pessoal com Ele, ao invés de ficar imaginando ou baseando-se em ideias alheias… Então, que tal aproximar-se dEle hoje? Qualquer atividade citada, para ser concretizada, exige decisão; parada para receber instruções; escolha de local, data e hora. Conhecer a Deus também exige decisão – diga “sim” a Ele; parada para receber instruções – medite na Bíblia; escolha de local, data e hora – independente do lugar, hoje e para sempre, vinte e quatro horas por dia, mantenha-se conectado a Ele. Nenhum esporte, por mais radical que seja, alcança esse nível de prazer…

Eis um lindo versículo, o qual retrata o que Jó sentiu após ter-se relacionado diretamente com o Senhor… “Com os ouvidos eu ouvira falar de ti; mas agora te vêem os meus olhos.” (Jó 42:5)

D.E.N.C.E.

Tenho visto a utilização de siglas diversas nas redes sociais, cada qual com o significado que o(a) autor(a) quiser atribuir. A graça está justamente nisso, pois o leitor tem a curiosidade instigada pela vontade de descobrir de que palavras são as iniciais usadas. Geralmente, os assuntos abordados são cômicos e irônicos.

Resolvi aproveitar a estratégia para lançar a sigla D.E.N.C.E. A ideia não é minha; adaptei-a de uma história que li há uns anos, no período em que trabalhei na Escola Nova Geração, em Joinville, SC. Chegou às minhas mãos através de uma aluna, a Geslie (http://www.gesliefotos.com.br/), que generosamente cedeu-me uma cópia do e-mail que seu pai havia recebido.

A narrativa evidenciava o desejo de uma menina de três anos de idade, chamada Amy Carmichael. Ela era irlandesa e de família cristã. Vivia muito feliz e admirava o fato de os olhos dos pais e irmãos serem azuis. Esse tornou-se seu sonho: também ter os olhos azuis! Ouvindo de uma professora da Escola Bíblica Dominical que “Deus responde a todas as orações”, não dormiu sem pedir para acordar com os olhos azuis… Assim que amanheceu, correu para o espelho e… Qual era a cor dos seus olhos? Continuavam castanhos! Amy aprendeu, assim, que um “não” também era resposta… Mesmo sem entender, agradeceu a Deus. Anos depois, foi ser missionária na Índia, comprando crianças que haviam sido vendidas para os sacrifícios nos templos ou para a prostituição, geralmente, por serem de famílias que passavam fome, de tão pobres. Para tanto, disfarçava-se de indiana. Um dia, uma amiga observou: “Puxa, Amy! Você já pensou como faria para se disfarçar se tivesse olhos claros como todos da sua família? Que Deus inteligente nós servimos; Ele lhe deu olhos escuros, pois sabia que isso seria essencial para a missão que lhe confiaria!!!” Essa amiga não sabia que Amy havia chorado por esse motivo quando criança…

A personagem dessa pequena história morreu aos oitenta e três anos, após salvar, literalmente, a vida de inúmeras crianças indianas.  Só quando adulta compreendeu que Deus realmente responde a todas as orações, podendo ser com “sim”, “espere” ou “não”. Em outras palavras, D.E.N.C.E. = DEUS ESTÁ NO CONTROLE ETERNAMENTE!!!! Ele sempre esteve, está e estará no comando do Universo!!! Então, ficam os desafios:

  • Quando acordar sem forças para enfrentar o dia, entregue-o a Deus e lembre-se que D.E.N.C.E.! #Isaías40:28,29 [Será que você não sabe? Nunca ouviu falar? O Senhor é o Deus eterno, o Criador de toda a terra. Ele não se cansa nem fica exausto, sua sabedoria é insondável. Ele fortalece ao cansado e dá grande vigor ao que está sem forças.]
  • Quando surgir um imprevisto, peça paz para reagir corretamente e confie que D.E.N.C.E.! #Tiago3:18 [O fruto da justiça semeia-se em paz para os pacificadores.]
  • Quando não se sentir preparado(a) para alguma situação, busque sabedoria do alto e tenha fé que D.E.N.C.E.! #Tiago1:5 [Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida.]
  • Quando precisar tomar uma decisão, oriente-se pela Palavra e descanse, pois D.E.N.C.E.! #Isaías30:21 [Quer você se volte para a direita quer para a esquerda, uma voz atrás de você lhe dirá: “Este é o caminho; siga-o”.]
  • Quando for incompreendido ou injustiçado, encontre graça para perdoar, na esperança de que D.E.N.C.E.! #Mateus6:12 [Perdoa as nossas dívidas, assim como perdoamos aos nossos devedores.]
  • Quando estiver só e triste, esteja certo que o Companheiro Espírito Santo intercede por nós e, ininterruptamente, D.E.N.C.E.! #Romanos8:26 [O Espírito nos ajuda em nossa fraqueza, pois não sabemos como orar, mas o próprio Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis.]
  • Quando sua autoestima desequilibrar-se, acredite que somos o projeto mais especial da Criação, provando que D.E.N.C.E.! #Tiago1:18 [Por sua decisão ele nos gerou pela palavra da verdade, para que sejamos como que os primeiros frutos de tudo o que ele criou.]
  • Quando as notícias veiculadas são desencorajadoras, recorde-se de que nosso futuro está garantido porque D.E.N.C.E.! #Apocalipse20:10;21:1 [O diabo foi lançado no lago de fogo que arde com enxofre, onde já haviam sido lançados a besta e o falso profeta. Eles serão atormentados dia e noite, para todo o sempre. Então vi um novo céu e uma nova terra, pois o primeiro céu e a primeira terra tinham passado; e o mar já não existia.]
  • Quando amedrontar-se com a ideia da morte, vença esse sentimento pois somos eternos nEle e D.E.N.C.E.! #Tito1:1b,2 [O conhecimento da verdade conduz à piedade, fé e conhecimento que se fundamentam na esperança da vida eterna, a qual o Deus que não mente prometeu antes dos tempos eternos.]
  • Quando alegre e motivado, agradeça e comemore cantando, porque D.E.N.C.E.! #Tiago5:13b [Há alguém que se sente feliz? Que ele cante louvores.]

Como um lembrete de que D.E.N.C.E., compartilho a bela imagem de uma das luas de Júpiter, tendo como pano de fundo as nuvens de tempestade da atmosfera do maior planeta do Sistema Solar – http://oglobo.globo.com/blogs/sociencia/. Você ainda duvida que D.E.N.C.E.?

C-o-n-c-e-n-t-r-a-ç-ã-o !

‘Tá fazendo o maior sucesso ser lutador, não é verdade? E o nosso querido país “está muito bem, obrigado” no ranking internacional, graças, por exemplo, ao Anderson Silva, atual campeão mundial peso médio do UFC.

Quando se assiste aos rounds das diversas manifestações das artes marciais, tais como boxe, capoeira, jiu jitsu, karate, kung fu, MMA, muay thai, taekwondo, etc, percebe-se o grande nível de concentração para se acabar com a raça do adversário no ringue.

A luta exige atenção, foco, equilíbrio, além de muita força de vontade e disciplina em toda a preparação que antecipa cada campeonato. Após, é comemorar ou chorar… 🙂 x 😦

Se refletirmos sobre a prática de diversos esportes, concluiremos facilmente que o cara se ferra se não estiver concentrado. Na real, o que é concentrar-se? Segundo o dicionário, significa aplicar em um só alvo a imaginação e os sentimentos, evitando-se qualquer distração. Acredito que a razão #entenda-se:raciocínio também ajuda nessa tarefa.

Como se aprende a direcionar tudo o que somos a um(a) só lance ou coisa? Vivemos a época da multifuncionalidade #entenda-se:váriasfunções, pró-atividade #entenda-se:iniciativaparaação e resiliência #entenda-se:adaptaçãoàsnovassituações como exigências para se ter um bom perfil para o mercado de trabalho.

Mesmo assim, há funções, ações e situações que pedem uma centralização dos pensamentos para que se chegue a um bom termo. Como em desafios de lógica, que vc pode encontrar em www.profcardy.com, iguais a este:

Entre 1.000 e 2.000 existem vários números inteiros que podem ser representados como uma soma de números naturais consecutivos. Por exemplo: 1.050 = 147+148+149+150+151+152+153. Entretanto, existe UM ÚNICO número inteiro entre 1.000 e 2.000 que NÃO PODE ser escrito como uma soma de naturais consecutivos. Qual é este número?

Difícil, não é? #ficaodesafio Quem achar a resposta, please, compartilhe…

Falando em resultado, tive a grata oportunidade de responder a vários testes psicológicos, para a caracterização do meu perfil profissional, quando a empresa em que trabalhava transferiu às máquinas as atribuições de algumas funcionárias e recolocou-nos em outros setores da área administrativa. Uma das avaliações dizia respeito à concentração e obtive um nível elevado…!!!

Achei super interessante, pois passei a entender melhor alguns dos meus comportamentos. Assustar-me facilmente, ao ponto de gritar, é uma das consequências de ser assim… O bom é que consigo ler atentamente nas salas de espera dos consultórios, mesmo com outros pacientes conversando e TV ligada.

Sinceramente, não estou “me achando”; só estou apresentando os prós e os contras de ser concentrado, ok? Acredito que por ter sido incentivada à leitura desde cedo, por meus amados pais, essa característica desenvolveu-se mais que outras. Mas, abrindo o jogo: se ficar ansiosa d+ ou profundamente triste, preciso me esforçar pra alcançar esse nível… #ufa!

E vc: tem facilidade ou dificuldade para concentrar-se? Sei que ser estudante reivindica isso, principalmente na hora de prestar atenção à explicação do(a) professor(a) ou responder às questões de uma prova. E, com a velocidade do acesso às informações que vc tem o privilégio de vivenciar, seu cérebro anda a mil sempre, não é? Então, qual a solução para conseguir a concentração quando for necessária?

A vida tem tantas facetas legais, que vc pode estar pensando: “To nem aí pra esse papo! Tenho mais é que me ocupar com meus amigos, meus sonhos, minhas artes…” Peraí, amigo(a) teen, preciso lhe dizer algo: “A vida é uma dádiva, claro, com muitas emoções pra se experimentar; é, também, uma luta diária, preferencialmente carregada de esperança, mas que exige concentração para não se dar ou fazer bobeira!”

Eeeiii, pelo menos, ficou curioso(a)? Agora, vou revelar o segredo da concentração!!! Tchan-tchan: “Façam tudo com amor.” (I Coríntios 16:14) Vc pode estar cheio de ???: “Como assim?” Fique ligado na explicação, pois isso é pra valer! Quando vc está achando que encontrou o amor da sua vida e está morrendo de paixão, qual seu maior interesse? O que ocupa seus pensamentos desde o amanhecer até o entardecer? Of course, seu amor! Entendeu? Se colocarmos amor em tudo que fizermos, ficaremos realmente interessados, faremos o melhor que podemos, satisfeitos da vida…

E, para quem é cristão de verdade, acrescenta-se o prazer de estar se cumprindo o propósito para o qual fomos criados: “Assim, quer vocês comam, bebam ou façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus.” (I Coríntios 10:31) #aaaahhhhacholindotudoisso! Que tal praticar a concentração?