Arquivo mensal: novembro 2011

MuDaNçA

“Muita coisa dá para mudar. Em vez de reclamar, mudar. O tempo é democrático, todo dia tem 24 horas, toda hora tem 60 minutos e todo minuto 60 segundos. O tempo do rei e o do mendigo transcorrem do mesmo jeito. (…) Outra vez, estamos na liberdade de escolha.” (Lidia Aratangy, psicóloga)

Desde a semana passada tenho lido sobre mudança. Ainda na retrasada, li sobre renovação… Isso está “cheirando” tão bem! Está injetando em mim a expectativa pelo melhor que virá, com certeza!!! Há dias atrás, vivi uma experiência linda com Deus, da prova do Seu Amor para conosco, na busca para que ninguém se perca… Acordei e adormeci pensando em uma pessoinha especial e sua família. Então, acrescentava à cada lembrança uma oração… Isso durou dois dias e meio. Na metade do terceiro dia, recebi uma visita surpresa, a qual me fez entender o motivo de tudo e perceber, mais uma vez, a constância da ação divina…

Deus nunca pára! E, como a letra da música de Sérgio Lopes menciona: “Ele sempre cumpre o que diz…” 🙂 O interessante é que, enquanto Ele permanece imutável e agindo ininterruptamente, aparentemente em um paradoxo, nós precisamos da(s) mudança(s) e da(s) pausa(s)… Não estou me referindo aos simples ajustes exigidos pelas fôrmas sociais, aqueles que apenas precisam do apoio da etiqueta, da educação, da(s) experiência(s) vividas ou observadas, da atuação ou representação de um papel, enfim, do trocar de figurino ou do instrumento para a chegada aos seus termos. Também não faço menção das paradas visíveis, como as férias de um trabalhador ou a folga semanal.

Aponto, aqui, às transformações reais como resultado da freada ao ritmo da jornada, enquanto ocorre um processo de análise praticamente invisível, cujo palco é o interior do ser… Inevitavelmente, acontecem questionamentos e avaliações; isso até que a soma alcançada redunde em não ser possível mais existir-se com o mesmo eu. Chega-se àquele famoso ditado, atribuído a Sócrates: “só sei que nada sei”… Acredito que as pausas são permitidas por Deus, através de situações diversas, no intuito de virmos a viver o plano perfeito dEle, o qual, sem dúvida, é muito maior e melhor do que quaisquer sonhos! E a aprendizagem provocará as mudanças que serão atestadas no dia a dia… 😛

Para cantar: Sonhos, de Sérgio Lopes

Anúncios